Educação Inclusiva - Artigo As Tecnologias nas Práticas Pedagógicas Inclusivas.

ASSUNTO:

Artigo As Tecnologias nas Práticas Pedagógicas Inclusivas.

DESCRIÇÃO:

Vivemos hoje o vigoroso desenvolvimento de recursos
tecnológicos, em especial aqueles propiciados pela microinformática, os quais representam um espetacular panorama de recursos que podem ser utilizados para a escolarização de alunos com as mais variadas necessidades educacionais especiais.

As T ecnologias de I nformação e C omunicação (TIC) apresentam-se como promissoras para a implementação e consolidação de um sistema educacional inclusivo, pelas suas possibilidades inesgotáveis de construção
de recursos que facilitam o acesso às informações, conteúdos curriculares e conhecimentos em geral, por parte de toda a diversidade de pessoas dentre elas as que apresentam necessidades especiais.

Naturalmente, a atuação dos professores, como agentes principais da promoção da educação inclusiva, merece atenção representando um desafio especial para as Universidades e gestores das instituições
educacionais, na adoção de esforços coletivos para a compreensão acerca das TIC e sua aplicabilidade no âmbito educacional, quer seja na formação dos profissionais que atuam nesse contexto, quer seja nos recursos didático pedagógicos a serem utilizados na educação de pessoas com deficiência.

Como parte dos resultados desse esforço coletivo, apresentamos a presente obra constituída por textos de nossos convidados. Em seguida ao texto introdutório dos organizadores, alguns capítulos se ocupam do uso
das TIC na educação inclusiva e outros da formação de professores para o enfrentamento dos desafios e acolhimento das possibilidades postos pelas novas tecnologias.

Assuntos relacionados

, , , , ,

ANO:

2012

FORMATO:

PDF

AUTORES:

C l a u d i a R e g i n a M o s c a G i r o t o
R o s i m a r B o r t o l i n i P o k e r
S a d a o O m o t e ( O r g . )

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS - Unesp - campus de Marília.

FONTE:

ACERVO INSTITUTO PARADIGMA.